Embarque de carne de frango acumula alta de 4,8% em volume no ano Imprimir E-mail
Escrito por Luiz Henrique Mendes | Valor Econômico   
Sex, 02 de Outubro de 2015 08:47

SÃO PAULO ­ Apesar do impacto negativo da greve dos fiscais agropecuários para as exportações de carne de frango (incluindo industrializados), o ritmo dos embarques do produto brasileiro ao exterior se mantiveram próximos dos 5% no acumulado do ano até setembro, conforme a Associação Brasileira de Proteína Animal

(ABPA), que representa as indústrias das carnes de frango e suína.

Conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela ABPA, o volume de carne de frango exportado pelo Brasil nos primeiros nove meses de 2015 somou 3,186 milhões de toneladas, incremento de 4,8% ante o mesmo intervalo do ano passado.

Em receita cambial, porém, houve redução. De acordo com a ABPA, as exportações de carne de frango renderam US$ 5,4 bilhões entre janeiro e setembro, queda de 9% na comparação com os primeiros nove meses de 2014.

Apesar disso, a desvalorização do dólar elevou a receita em real dessas exportações, ponderou a ABPA. Conforme cálculos da entidade, as exportações de carne de frango renderam R$ 17,3 bilhões entre janeiro e setembro, incremento de 26,6% ante igual intervalo de 2014.

Considerando apenas o mês de setembro, o volume de carne de frango exportado pelo Brasil totalizou 366,8 mil toneladas, queda de 0,3%. “A ligeira queda registrada em setembro teve influência direta da paralisação dos

fiscais federais agropecuários”, disse o presidente­executivo da ABPA, Francisco Turra, em nota.

Na avaliação do dirigente, a greve impediu o crescimento das exportações de carne de frango em setembro.

“Vínhamos em ritmo crescente desde junho e provavelmente registraríamos novas elevações em setembro, se os embarques não tivessem sido prejudicados”, acrescentou Turra.