TESES E DISSERTAÇÕES
O processo de ajustamento intercultural de expatriados brasileiros Imprimir E-mail

Ana Paula Saldanha Cardoso
Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de Minas
Orientador: Betania Tanure
Ano: 2008

O objetivo principal deste trabalho foi investigar as práticas utilizadas pelas empresas brasileiras para facilitar o ajustamento intercultural de seus expatriados tendo em vista que a maioria dos fracassos nos processos de expatriação ocorre devido a problemas de ajustamento do expatriado e de sua família. Para tanto, foi realizada uma survey com 92 expatriados de sete empresas brasileiras que possuem operações regulares nos mercados internacionais. O resultado da pesquisa indicou que, na maioria dos casos, não há políticas e práticas estruturadas que facilitem o ajustamento intercultural do expatriado e de sua família, e que as práticas utilizadas pelas empresas restringem-se apenas aos aspectos logísticos da expatriação. Apesar de a adaptação cultural do expatriado e a de sua família serem consideradas como os principais fatores para o sucesso de uma expatriação, a pesquisa revelou ainda que, na maioria dos casos, as empresas não interferiram no processo de integração cultural do expatriado e de sua família. Além disso, constatou-se que os objetivos da expatriação para as empresas e para os expatriados são divergentes. Para os expatriados, a expatriação representa o seu desenvolvimento profissional, enquanto que para a empresa, o objetivo real da expatriação é a necessidade de controlar as subsidiárias e disseminar a sua cultura por meio de pessoas de sua confiança.

Palavras-chave: Multinacionais, expatriação, expatriados, ajustamento cultural, recursos humanos, gestão de pessoas, Brasil, survey

DOWNLOAD

 
A internacionalização da indústria de charutos e cigarrilhas: o caso Menendez Amerino. Imprimir E-mail

Itiel Moraes da Silva
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco
Orientador: Walter Fernando Araújo de Moraes
Ano: 2008

O problema que motivou esta pesquisa foi o de entender como se desenvolveu a estratégia de internacionalização da Menendez Amerino, no período de 1979 e 2006. A estratégia metodológica de estudo de caso qualitativo foi considerada apropriada para esclarecer o problema de pesquisa e para investigar o processo e a dinâmica do fenômeno da internacionalização, em uma perspectiva longitudinal. Foram realizadas treze entrevistas com os seis respondentes que compõem a amostra. Foram encontradas quatro fases marcantes na trajetória de vida da empresa estudada. Na maior parte do período analisado, o processo de formação das estratégias com base no incrementalismo lógico esteve presente na organização. A utilização de networks como ferramenta de internacionalização evidenciou-se desde a fundação da empresa, sendo essa uma variável crucial para sua atuação no mercado externo. Com relação aos recursos internos da Menendez Amerino, destacaram-se a cultura organizacional, o gerenciamento de informações, a mão-de-obra, a reputação, P&D e os relacionamentos específicos com fornecedores, distribuidores e clientes. Observou-se que a habilidade de gerir esses recursos resulta em certa ambigüidade perante as empresas rivais, sendo esta uma das fontes de sua vantagem competitiva sustentável.

Palavras-chave: Internacionalização, estratégia, redes, tabaco, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Análise do processo de formação das estratégias internacionais da Acumuladores Moura S/A. Imprimir E-mail

Gabriela Lins Barbosa
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco
Orientador: Walter Fernando Araújo de Moraes
Ano: 2008

Esta dissertação tem por objetivo geral analisar características do processo de formação das estratégias internacionais da empresa Acumuladores Moura S/A, principalmente no período de 1983 a 2007, sob as teorias de Uppsala, RBV e Paradigma Eclético da Produção Internacional. Foi realizado um estudo de caso sobre a empresa Acumuladores Moura S/A, entrevistando-se oito executivos da administração estratégica ou que vivenciaram cargos de gerência da exportação. A coleta de dados baseou-se em entrevistas semi-estruturadas, pesquisa documental e observação não-participante. Contextualiza-se a empresa e sua trajetória internacional. Nenhum modelo de internacionalização explicou, isoladamente, as ações tomadas pela empresa na sua internacionalização. O modo de formação das estratégias internacionais modificou-se por experiências anteriores e recursos disponíveis. O ritmo da mudança foi ditado tanto por rupturas, quanto por mudanças orgânicas e evolucionistas. Destacam-se as dimensões defendidas pela Escola de Uppsala, como aprendizagem, networks, e gradualismo. Distinguem-se, entre os recursos competitivos, o principal empreendedor, a cultura de qualidade, know-how tecnológico, recursos humanos e a marca. As vantagens de propriedade e internalização do Paradigma Eclético da Produção Internacional evidenciaram-se com o desenvolvimento dos recursos da empresa.

Palavras-chave: exportação, RBV, Uppsala, Paradigma Eclético, estratégia, Acumuladores Moura, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Comunidades de aprendizagem, estratégias de internacionalizaç?o e diversificaç?o e resultados nos arranjos produtivos locais do Sudoeste do Paraná e de Arapongas Imprimir E-mail

Rodrigo Souza da Costa
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Paraná
Orientador: Sérgio Bulgacov
Ano: 2008

Este trabalho teve por objetivo identificar a influência das comunidades de aprendizagem, moderada pelas estratégias tanto de internacionalização quanto de diversificação nos resultados organizacionais de APLs paranaenses. Para tanto, foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa, sendo estudados o APL de confecções do Sudoeste do Paraná e o APL moveleiro de Arapongas. Foram feitas entrevistas com roteiros semi-estruturados com empresários e o responsável pela coordenação do APL. Os resultados mostram fatores que facilitam e dificultam o processo. Entre os aspectos que dificultam salienta-se o limitador geográfico entre as cidades do Sudoeste do Paraná, que estão espalhadas por uma área muito extensa, dificultando a comunicação entre as empresas de cidades distintas. Em contrapartida, a formalização e institucionalização do APL e de sua estrutura de governança atuam como facilitadores desse processo através dos canais de comunicações e também atuando como agente de disseminação desse conhecimento através dos canais de comunicação que foram desenvolvidos. O estudo conclui que os pressupostos das comunidades de aprendizagem têm influência nos resultados organizacionais.

Palavras-chave: Internacionalização, comunidades de aprendizagem, arranjo produtivo local, APL, cluster, confecções, móveis, Paraná, pesquisa qualitativa

DOWNLOAD

 
A internacionalização de cooperativas agropecuárias: um estudo multi-método das cooperativas agropecuárias do estado do Paraná Imprimir E-mail

Claudia Monica Ritossa
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Paraná
Orientador: Sérgio Bulgacov
Ano: 2008

O estudo buscou identificar o impacto das estratégias de internacionalização nos resultados das cooperativas agropecuárias do estado do Paraná. A pesquisa foi qualitativa e quantitativa. Foi realizado estudo de casos de duas cooperativase aplicada survey à população de cooperativas agropecuárias do estado envolvidas em atividades de internacionalização para fora, obtendo-se 19 questionários válidos. Os principais achados indicam que: a) as exportações indireta e direta têm sido os modos de entrada adotados para Europa Ocidental, Ásia e Leste Europeu; b) é reduzido o número de cooperativas que se restringe à exportação de commodities; c) as estratégias de diversificação contemplam o desenvolvimento de produtos customizados a partir do portfólio já existente e o desenvolvimento de novas matrizes de negócios; d) a formação de alianças tem como prioridade o acesso a canais no exterior; e) o aumento de receitas, rentabilidade e lucratividade e a obtenção de melhores preços figuram como principais incentivos à internacionalização; f) a adoção de estratégias de diversificação de produtos é motivada pela possibilidade de criar alternativas de faturamento para o associado e reduzir riscos; g) a internacionalização é facilitada por certificações de segurança alimentar, paridade tecnológica com os mercados desenvolvidos e acesso a canais de distribuição no exterior; h) fatores externos às cooperativas são os principais dificultadores da internacionalização; i) pouca importância é atribuída a proximidade geográfica, diferenças culturais e de idioma; j) a internacionalização produz resultados positivos, seja pela ótica econômica, seja pela social; k) as cooperativas têm seu faturamento ampliado ao adotarem estratégias de diversificação de produtos orientados para o mercado externo; e, l) o faturamento das cooperativas não depende da internacionalização de suas atividades.

Palavras-chave: Internacionalização, exportação, diversificação, cooperativas agropecuária, Paraná, estudo de casos, survey

DOWNLOAD

 
Inovação e trajetória de internacionalização: um estudo de caso em uma empresa industrial do Paraná Imprimir E-mail

Caio Gobara
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Paraná
Orientador: Sieglinde Kindl da Cunha
Ano: 2008

O objetivo deste estudo foi verificar como a inovação se relaciona com a trajetória de internacionalização de uma empresa industrial do Paraná. Como base teórica foi utilizada uma adaptação do modelo relação entre inovação e internacionalização, elaborado por Filipescu (2007), formado por quatro categorias analíticas: inovação, vantagem competitiva, trajetória de internacionalização e conhecimento sobre o mercado externo. A estratégia de pesquisa utilizada foi o estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas com o Gerente de Marketing de Produto para o Mercado Internacional e o Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa industrial pesquisada, além da análise de documentos e observação direta. O caso escolhido foi uma empresa industrial do Paraná. Os resultados mostraram que os primeiros passos para o mercado internacional foram devido à oportunidade de mercado que surgiu para a empresa, alinhada a uma estratégia deliberada de buscar novos mercados no exterior; o fato de a empresa se envolver com o mercado internacional mostra uma influência positiva sobre a inovação; mercados desenvolvidos e em desenvolvimento demandam estratégias tecnológicas e esforços de inovação diferentes; e, por fim, é necessário adaptar o processo de inovação para o mercado internacional com vistas a aumentar as chances de sucesso na introdução de novos produtos no exterior.

Palavras-chave: Internacionalização, trajetória de internacionalização, inovação, novos produtos, equipamentos eletrônicos, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Logística de transportes em cadeia de abastecimento integrada: um estudo de caso sobre a eficiência da cadeia de distribuição internacional de frutas pelos portos do Ceará Imprimir E-mail

Maria Madalena de Angeli Crossley
Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - Universidade de Fortaleza
Orientador: Dirk Michael Boehe
Ano: 2008

Esta pesquisa objetiva descrever e avaliar a eficiência da logística de transportes em cadeia de abastecimento integrada voltada para o setor de fruticultura pelos portos do Ceará a partir de indicadores de desempenho extraídos da literatura acadêmica, pareceres de profissionais atuantes no mercado em agências marítimas como representantes dos armadores, da mídia especializada. A pesquisa buscou identificar, por meio de estudo de caso, quais variáveis elencadas como medidas de desempenho representam pontos de estrangulamento no processo logístico. O principal argumento foi que, quanto maior a integração entre os participantes de uma cadeia de abastecimento, maior a sua eficiência. Concluiu-se que existe ciência da necessidade de implantação das melhores práticas; todavia, esta ciência/intenção ainda não se traduziu na construção de uma cadeia eficientemente integrada, devido aos vários pontos de estrangulamento identificados.

Palavras-chave: Exportação, logística, cadeia de abastecimento, transporte marítimo, fruta, fruticultura, estudo de caso

DOWNLOAD

 
O processo de internacionalização de pequenas e médias empresas e o fenômeno Born Global: estudo do setor de software no Brasil Imprimir E-mail

Luís Antônio da Rocha Dib
Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Orientador: Angela da Rocha
Ano: 2008

A tese teve por objetivo analisar o processo de internacionalização precoce e acelerada de pequenas e médias empresas, fenômeno comumente denominado na literatura de Born Global. Para tal, realizou-se uma survey junto a empresas de pequeno e médio porte da indústria brasileira de software. Foram identificados alguns fatores que diferenciam as empresas cujo processo de internacionalização se enquadra na categoria Born Global das empresas que se internacionalizam segundo o modelo tradicional. Considerando-se as empresas brasileiras de software internacionalizadas, é mais provável que sejam born globals aquelas que possuírem maior capacidade de inovação do que seus concorrentes; forem mais orientadas ao consumidor; tiverem um empreendedor ou grupo de empreendedores com maior conhecimento técnico ou científico; e houverem se especializado em nicho de mercados. Foi desenvolvido um modelo para predizer a propensão de uma empresa escolher um processo de internacionalização do tipo Born Global ou do tipo tradicional.

Palavras-chave: internacionalização, indústria de software, born globals, internacionalização tradicional, survey

DOWNLOAD

 
Negócios internacionais: A consolidação de empresas brasileiras de construção pesada em mercados externos. Imprimir E-mail

Flavia Luciane Scherer
Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal de Minas Gerais.
Orientador: Jose Edson Lara
Ano: 2007

A agilidade dos processos de comunicação, o acesso a informações relativas a mercados internacionais e os incentivos governamentais, dentre outros fatores, auxiliaram muitas empresas na ampliação de seus negócios para além das fronteiras domésticas. É no cenário de crescente internacionalização dos negócios que se insere a temática central desta tese, que foi desenvolvida com o propósito principal de descrever e analisar, sob a perspectiva da gestão estratégica, como ocorreu a consolidação, no mercado externo, de empresas que atuam no setor de construção pesada. Tendo a abordagem de configuração como influência primária, estudou-se a consolidação sob a perspectiva de múltiplas lentes, cada qual adicionando conteúdo à sua descrição e análise. Foram definidos quatro níveis de entendimento: macrocontexto, ambiente institucional, indústria e firma.

Palavras-chave: Internacionalização, comércio exterior, engenharia, construção civil, estudo de casos, Andrade Gutierrez, Mendes Júnior, Odebrecht, Queiroz Galvão, estudo de casos.

DOWNLOAD

 
Percepção da personalidade da marca McDonald's e valores pelos consumidores brasileiros e peruanos mediante a utilização das escalas de Aaker (1997) e Rokeach (1973). Imprimir E-mail

Martin Nelson Hernani Merino.
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Orientador: Walter Meucci Nique.
Ano: 2007.

Esta dissertação trata das percepções da personalidade de marca global e dos valores de consumidores de duas diferentes culturas, visando contribuir com pesquisadores e profissionais de marketing para o melhor entendimento de como uma marca global é percebida em contextos culturais diferentes. Dessa forma, o presente trabalho objetivou identificar as percepções da personalidade da marca McDonald’s e os valores por parte de consumidores brasileiros e peruanos, através das escalas de Personalidade da Marca de Aaker (1997) e de Valores de Rokeach (1973). Para tanto, a coleta de dados foi realizada através de questionário aplicado a estudantes universitários de ambos os países. Os resultados encontrados mostraram que existem importantes diferenças na percepção da personalidade da marca McDonald’s e dos valores dos consumidores no Brasil e no Peru. Além disso, também foram encontradas diferenças, em menor grau, entre as universidades de cada país. Por fim, sugestões para pesquisas futuras estão contempladas na dissertação.

Palavras-chave: Personalidade da marca, McDonald’s, escala de Aaker, escala de Rokeach, survey, Peru, Brasil.

DOWNLOAD

 
Impacto da orientação internacional, comprometimento e apoio à exportação sobre o desempenho das pequenas e médias empresas: um estudo das PMEs brasileiras de internacionalização rápida e tradicional Imprimir E-mail

Marcelo Machado
Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Orientador: Walter Meucci Nique
Ano: 2007

De um processo de envolvimento lento e gradual com mercados externos das pequenas e médias empresas (PMEs), tem-se assistido, mais recentemente, a uma aceleração deste processo. Mesmo não havendo consenso teórico, muitos estudos indicam que a rápida internacionalização estaria associada a setores de alta tecnologia, de tecnologia de informação e a países mais desenvolvidos. Assim, pela importância que as PMEs representam para a economia nacional e para compreender a existência desse fenômeno no Brasil, bem como o papel do governo neste processo, a presente tese foi elaborada. A partir de uma pesquisa de campo com 540 PMEs exportadoras brasileiras de várias indústrias de manufatura, buscou-se validar um modelo teórico geral que explicasse o papel da orientação internacional, do comprometimento exportador, do conhecimento sobre programas de apoio à exportação e os impactos destas variáveis no desempenho exportador das PMEs brasileiras. Foram testadas ainda algumas características distintivas entre as empresas de rápida internacionalização e as que apresentaram de internacionalização mais lenta. Os resultados indicam que a orientação internacional não impacta diretamente sobre o desempenho internacional, mas sugerem uma influência no comprometimento com a atividade exportadora das PMEs. Já o comprometimento exportador das empresas pesquisadas tem influência sobre o desempenho e o conhecimento de programas de apoio à exportação. Quanto às características distintivas, não houve suporte empírico para sustentar a ideia de que as PMEs de rápida internacionalização são mais orientadas internacionalmente, mais comprometidas com a exportação e conhecem mais sobre programas de apoio à exportação. Porém, essas empresas parecem usar mais programas de apoio à exportação e atuam em um escopo geográfico maior que as demais.

Palavras-chave: Exportação, internacionalização acelerada, empreendedorismo internacional, PMEs, manufatura, survey

DOWNLOAD

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 7 de 16