TESES E DISSERTAÇÕES
Exportação de software via internet: um modelo para pequenas empresas brasileiras Imprimir E-mail

Américo Nobre G. F. Amorim
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco
Orientador: Jairo Simião Dornelas
Ano: 2007

O objetivo deste estudo é idealizar um modelo para exportação de software pela Internet que seja exeqüível para pequenas e médias empresas brasileiras. Buscam-se elementos que indiquem ações e processos para empresas que tendam a estruturar iniciativas de exportação de software. A trama conceitual aborda temas como comércio eletrônico, virtualidade (organizações e produtos) e aspectos de gestão (marketing experiencial, confiança e pirataria). Para elaborar o modelo, numa perspectiva exploratória, foi utilizada uma abordagem multimetodológica, com fases qualitativa e quantitativa. Um estudo de caso foi empreendido, para descortinar dimensões e práticas de exportação para construção do modelo e, posteriormente, conduzida uma pesquisa survey, para avaliar as dimensões do modelo numa amostra representativa de empresas exportadoras. Espera-se que o modelo contribua para desencadear um movimento de crescimento das exportações nas pequenas empresas brasileiras de software.

Palavras-chave: Exportação, internet, modelo, software, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Análise do processo de formação de estratégias internacionais da fruticultura brasileira: o caso do Grupo Fruitfort Imprimir E-mail

Brigitte Renata Bezerra de Oliveira
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco
Orientador: Walter Fernando Araújo de Moraes
Ano: 2007

A pesquisa tem como objetivo geral analisar as características do processo de formação de estratégias internacionais do Grupo Fruitfort, no período de 1982 a 2006, sob a ótica das teorias de Uppsala, dos Determinantes da Vantagem Competitiva Nacional e da RBV. Descrevem-se as estratégias internacionais adotadas pela empresa ao longo do tempo e analisa-se sua convergência com os conceitos apregoados pelos modelos teóricos. Foi elaborado um estudo de caso e a unidade de análise foi constituída pelo Grupo Fruitfort. A amostra é composta por 15 respondentes, sendo quatro de instituições correlatas à fruticultura do semi-árido e 11 executivos responsáveis pela administração estratégica da referida empresa. O principal método de coleta de dados é a realização de entrevistas semi-estruturadas, complementadas por pesquisa documental e observação. A análise e discussão dos resultados compreende a descrição e a interpretação do fenômeno investigado, sob diferentes perspectivas. Primeiramente, ocorre a contextualização histórica da exportação de frutas no pólo Petrolina – PE e Juazeiro – BA e sua influência nas atividades do Grupo Fruitfort. Destacam-se os projetos de irrigação promovidos pela CODEVASF como cruciais para o início e continuidade das operações do Grupo. Em seguida, são identificados os eventos marcantes que constituíram quatro fases na trajetória da empresa ao longo do período delineado para esta pesquisa. Evidenciam-se indícios da associação concomitante entre os modelos de internacionalização, a partir do momento em que nenhum isoladamente foi capaz de explicar como o processo de formação de estratégias internacionais foi desenvolvido na empresa. Tais estratégias foram orientadas pela perspectiva deliberadamente emergente e seus momentos de mudança imbuídos do caráter evolucionista e gradual. O processo investigado se enquadra nas três abordagens teóricas tidas como base para a análise, variando apenas o grau de convergência dos seus conceitos principais.

Palavras-chave: exportação, RBV, Uppsala, estratégia, recursos, fruticultura, Grupo Fruitfort, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Análise do processo de desenvolvimento de recursos competitivos em empresas exportadoras de uva do Vale do São Francisco Imprimir E-mail

Jamana Rodrigues de Azevedo
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco
Orientador: Walter Fernando Araújo de Moraes
Ano: 2007

A presente pesquisa tem como objetivo analisar o processo de desenvolvimento de recursos competitivos de empresas que são consideradas mais competitivas, dentre as exportadoras de uva da região do Submédio do São Francisco. Para a construção do referencial teórico, tomou-se como base a perspectiva da RBV. O processo de internacionalização foi analisado com base nos modelos de Uppsala e baseado em recursos. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, utilizando o método do estudo de caso. Inicialmente, selecionou-se um grupo de empresas a serem estudadas, com base no volume entre US$ 1 e 10 milhões de dólares exportados. Em seguida, aplicaram-se questionários compostos por questões fechadas às empresas exportadoras de uva da região do Submédio do São Francisco, com o intuito de identificar aquela que fosse vista pelos concorrentes como a mais competitiva. Com base em estatística descritiva, emergiu a Cooperativa A, composta por cinco fazendas: A, B, C, D e E. As técnicas de coleta de dados utilizadas nesta segunda etapa da pesquisa foram entrevistas semi-estruturadas, observação e análise documental. Na análise dos dados emergiram três recursos estratégicos competitivos como sendo responsáveis pelo sucesso da empresa. Recursos idiossincráticos, como o “Relacionamento baseado na confiança”, “Cultura orientada para a qualidade” e “Know-how”, apresentam significativa influência no desempenho superior da empresa.

Palavras-chave: exportação, RBV, Uppsala, estratégia, recursos, uva, fruticultura, Vale do São Francisco, estudo de casos

DOWNLOAD

 
Tecnologia e comércio internacional: exame das transações comerciais no Brasil sob a perspectiva tecnológica Imprimir E-mail

Wellington da Silva Pereira
Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico) - Universidade Federal do Paraná
Orientador: José Gabriel Porcile Meirelles
Ano: 2007

Esta dissertação examina o comércio internacional do Brasil, sob a perspectiva tecnológica, no período recente (1989 a 2005). Produtos com maior conteúdo tecnológico vistos pelo lado das exportações indicam uma melhor qualificação da indústria local, o que contribui para uma inserção diferenciada nas relações de trocas internacionais. O período atestado é repleto de mudanças no que se refere às políticas econômicas, particularmente no regime cambial e na liberalização comercial, as quais podem ser compreendidas de uma melhor forma a partir da perspectiva do comércio exterior por níveis tecnológicos. A partir de estatísticas primárias, foram identificados o comportamento das trocas e as principais características mediante seus níveis tecnológicos. Realiza-se um exame da diversificação da pauta comercial do Brasil ocorrida para cada nível tecnológico e são elaboradas matrizes de dinamismo para as exportações como forma de verificar aspectos referentes à demanda internacional, mas, sobretudo, no que se refere ao maior grau de importância produtivo-tecnológica relacionada aos produtos.

Palavras-chave: Comércio internacional, exportação, tecnologia

DOWNLOAD

 
Estratégias de internacionalização de empresas exportadoras do estado do Paraná e o papel de agentes de exportação Imprimir E-mail

Cristian Kim
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Paraná
Orientador: Pedro José Steiner Neto
Ano: 2007

Esta pesquisa tem como objetivo identificar e descrever as estratégias de internacionalização das empresas do Estado do Paraná, identificando a utilização e a avaliação dos serviços prestados por Agentes de Exportação. O estudo é do tipo cross-sectional survey com perspectiva longitudinal, uma vez que, os dados primários foram coletados em apenas uma etapa, porém referentes a dois momentos distintos de tempo, antes e depois de 1990. Obteve-se uma amostra de 250 empresas, ou 18,74% da população. Foram realizados testes descritivos e inferenciais. Os resultados apontaram que a maioria das empresas utiliza a exportação direta como principal estratégia de internacionalização. Em relação ao modo de entrada em mercados externos observou-se que a maioria das empresas opta pela exportação e que esse comportamento não apresentou mudanças significativas em relação a ação das empresas antes e depois de 1990. A utilização de Agentes de Exportação ocorre em um terço das empresas. Entre os serviços prestados por esses profissionais destacam-se a abertura de novos mercados e o conhecimento das práticas de comércio exterior como os mais importantes sob a ótica dos dirigentes das empresas exportadoras do estado.

Palavras-chave: Exportação, comércio exterior, agentes, abertura de mercados, survey

DOWNLOAD

 
A internacionalização de empresas familiares: um estudo do ciclo evolutivo e o processo de internacionalização Imprimir E-mail

Ivani Tristan Morato Leite
Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Orientador: Moacir de Miranda Oliveira Junior
Ano: 2007

A pesquisa teve por objetivo compreender a interferência de aspectos específicos das empresas familiares no processo de internacionalização. Foi realizado um estudo de caso visando investigar o fenômeno da internacionalização de uma empresa familiar, considerando os seus fatores externos e internos. Como conclusão, este estudo expõe que priorizar as questões relacionadas ao negócio no processo de decisão estratégica, considerando os fatores externos, os recursos e as capacidades internas, assim como endereçar os aspectos relacionados à propriedade e ao tipo de envolvimento da família com o negócio são elementos fundamentais para o envolvimento e o êxito de uma empresa familiar com o mercado estrangeiro. O apoio de agentes externos é também apontado como um elemento de grande valia para imprimir uma cultura internacional

Palavras-chave: Internacionalização, empresa familiar, estudo de caso

DOWNLOAD

 
O processo estratégico de internacionalização da Gerdau Imprimir E-mail

Gerson Freitas Ferreira
Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Orientador: Moacir de Miranda Oliveira Junior
Ano: 2007

A pesquisa investiga as estratégias de internacionalização de uma grande empresa siderúrgica brasileira com participação destacada no cenário internacional e com presença estratégica em vários países, a Gerdau. O processo de internacionalização desta empresa é parte do fenômeno de surgimento de importantes empresas multinacionais provenientes de países emergentes; entre elas está um seleto grupo de empresas brasileiras, com atuação destacada em todos os países do mundo. Discutem-se as estratégias para a internacionalização, as formas de entrada nos mercados internacionais, a utilização do conhecimento como fator estratégico, dentre outras. Entre as principais contribuições está a utilização de vantagem competitiva desenvolvida localmente como fator estratégico de sustentação à expansão internacional da empresa, amparada por mecanismos eficazes de geração e transferência de conhecimento.

Palavras-chave: Internacionalização, multinacionais, estratégia, siderurgia, Gerdau, estudo de caso

DOWNLOAD

 
Desempenho de exportação de empresas brasileiras: uma abordagem integrada Imprimir E-mail

Jorge Manoel Teixeira Carneiro
Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Orientador: Angela da Rocha. Co-orientador: Jorge Ferreira da Silva
Ano: 2007

Nesta pesquisa foi realizada uma avaliação integrada dos efeitos de três grandes áreas de influência sobre o desempenho de exportação: o ambiente externo, as características específicas de cada empresa e a estratégia adotada. De uma survey com os maiores exportadores brasileiros de manufaturados, obteve-se uma amostra de 448 empresas. Reconhecendo-se a natureza complexa dos construtos, a existência de erros de mensuração e a presença de múltiplas relações simultâneas, utilizou-se modelagem por equações estruturais (SEM) para a avaliação comparativa de diversos modelos concorrentes entre si. Uma vez que as variáveis não apresentavam uma distribuição multivariada normal, os parâmetros dos modelos foram estimados por um método assimptótico (ADF). O modelo final foi composto por cinco fatores explicativos – distância psíquica, distância de negócios, barreiras no país de destino, status da atividade de exportação e sistematização do planejamento de exportação – e dois construtos de desempenho de exportação – receitas e lucratividade passadas da exportação. Como antecipado, o desempenho de exportação exibiu uma estrutura multidimensional, confirmando a natureza complexa do construto. Esta tese recebeu o Prêmio Capes de Tese de Doutorado 2008 na Área de Administração.

Palavras-chave: exportação, desempenho exportador, planejamento, organização, ambiente, survey

DOWNLOAD

 
Principais dificuldades para as pequenas e médias empresas competirem no exterior. Imprimir E-mail

Carlos Augusto Heming.
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Orientador: Walter Meucci Nique.
Ano: 2006.

O propósito desta pesquisa é investigar quais as principais dificuldades para exportar percebidas por pequenas e médias empresas (PMEs) do Vale do Taquari. Para atingir os objetivos, foi realizada uma pesquisa em duas etapas. Primeiramente, buscou-se identificar junto às empresas do Vale do Taquari as principais dificuldades para exportar. A partir desses resultados foi estruturado um questionário, enviado para 50 empresas escolhidas por fazerem parte do Comitê Regional de Qualidade do Vale do Taquari (filiado ao Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade - PGQP) e por possuírem a potencialidade e a possibilidade de exportar. Com base nos resultados, identificou-se que dentre as principais dificuldades para exportar estão a questão de preços e a concorrência externa. Propõe-se que as empresas busquem diferenciais competitivos para minimizar as dificuldades de exportar, seja por adequação de custos, aumento de produtividade ou busca de novos mercados.

Palavras-chave: Exportação, barreiras à exportação, levantamento.

DOWNLOAD

 
O processo de internacionalização de uma empresa brasileira: o caso da Rede Globo. Imprimir E-mail

Felipe Portes Rizzo Assunção
Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Orientador: Angela Maria Cavalcanti da Rocha
Ano: 2006

O objetivo deste trabalho foi investigar o processo de internacionalização de uma grande empresa brasileira do setor de comunicações, a TV Globo, com o propósito de entender sua forma, suas etapas e os fatores influenciadores desta expansão internacional. Optou-se por realizar uma pesquisa qualitativa sobre o assunto, desenvolvendo um estudo longitudinal que acompanhasse a evolução da empresa, identificando processos, estruturas e eventos que marcaram a sua internacionalização. Devido à complexidade e ao caráter temporal deste estudo, o método escolhido foi o estudo de caso, sendo realizadas entrevistas com executivos da empresa e levantamento de dados secundários. A análise contemplou (1) como se iniciou o processo de internacionalização da TV Globo, (2) como se deu a evolução do comprometimento com os mercados externos, (3) o papel das parcerias como alternativa aos investimentos diretos, (4) o processo de escolha dos países nos quais iria atuar e (5) o grau de importância do produto telenovelas nesse processo.

Palavras-chave: processo de internacionalização, caso, TV Globo, telenovelas, motivos, parcerias

DOWNLOAD

 
Análise da seleção e segmentação de fornecedores estratégicos em uma cadeia global de valor: estudo de caso em uma empresa multinacional manufatureira de bens de consumo não-duráveis do setor de higiene e limpeza doméstica no Brasil Imprimir E-mail

Fabio Ferraz de Arruda Pollice
Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade de São Paulo
Orientador: Afonso Carlos Corrêa Fleury
Ano: 2006

A internacionalização do varejo e o crescimento do poder de compra dos clientes trouxeram à tona um novo cenário, no qual existe uma disputa estratégica pela liderança da cadeia global de valor, entre varejistas poderosos, uma nova e concentrada base de fornecedores e as empresas manufatureiras de bens de consumo não-duráveis. A importância da liderança nestas cadeias está relacionada às definições dos parâmetros chave que caracterizam os processos da cadeia produtiva: o que e onde produzir, quanto e quando produzir e a que preço. Foram definidas variáveis-chave que estabelecem o tipo de governança em uma dada cadeia global: complexidade de transações, habilidade de codificar as transações e competências da base fornecedora. Esta pesquisa propõe um processo para quantificar estas três variáveis-chave, através de oito dimensões operacionais e uma série de KPIs mensuráveis (indicadores chave de performance) a fim de suportar o entendimento e a análise do tipo de governança em uma cadeia global de valor, complementando trabalhos anteriores, com base em estudo de caso no setor de higiene e limpeza doméstica no Brasil. Esta pesquisa também avalia como as empresas de bens de consumo não-duráveis selecionam e segmentam sua base de fornecedores, e se as ferramentas utilizadas são válidas neste novo ambiente.

Palavras-chave: Cadeias globais de valor, governança, operações internacionais, redes, seleção de fornecedores, higiene e limpeza, Brasil.

DOWNLOAD

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 9 de 16